Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / BANCOS PODERÃO SER MULTADOS POR MÁ QUALIDADE NOS SERVIÇOS

BANCOS PODERÃO SER MULTADOS POR MÁ QUALIDADE NOS SERVIÇOS

por gum publicado 15/08/2013 12h52, última modificação 24/06/2015 12h59
A Câmara Municipal de Guajará-Mirim aprovou na sessão ordinária da última quinta-feira (08) o Projeto de autoria da Mesa que dirige a Casa, que estabelece limites de espera nas filas dos caixas manuais e eletrônicos.

          A Câmara Municipal de Guajará-Mirim aprovou na sessão ordinária da última quinta-feira (08) o Projeto de autoria da Mesa que dirige a Casa, que estabelece limites de espera nas filas dos caixas manuais e eletrônicos,  melhorias no atendimento ao público tais como a dotação de recursos cambiais nos caixas automáticos nos finais de semana  e outros abusos que se cometem contra clientes e correntistas.

          As reclamações que tem chegados todos os dias na Casa Legislativa dão conta dos serviços precários prestados aos clientes com conta corrente e usuários comuns que utilizam as agências para fazerem suas transações bancárias e acabam sendo frustrados em seus objetivos. Os reclamos vão desde caixas automáticos com defeito ou em permanente manutenção, passando pelas extensas filas  e chegando até a falta de dinheiro nos biombos disponíveis. Pessoas chegaram a relatar que no último final de semana tiveram que sacar valores em espécie e constataram que nos caixas não havia nenhum dinheiro.

          O Presidente da Casa de Leis, Fábio Netinho (PDT), ao se pronunciar sobre a celeuma, ressaltou as altas vantagens lucratícias obtidas pelas agências bancárias, mas em contrapartida os serviços não estão de acordo com a satisfação da população. “É uma falta de respeito tanto para os usuários de Guajará-Mirim como para os turistas que visitam nossa cidade a qualidade de serviços. Quando não é problema nos caixas, é a falta de dinheiro nas máquinas. É preciso que os bancos façam uma previsão de valores e abasteçam os caixas nos finais de semana a fim de que os clientes não fiquem no “sufoco”, disse Netinho.

 

          Após o sancionamento da proposta da Mesa da Câmara como Lei Municipal, as agências bancárias deverão se adequar ao Projeto, além de ficarem obrigadas a exibir em local visível o número da Lei, assim como o tempo máximo para atendimento nos caixas e a quantidade de caixas automáticos disponíveis. Qualquer pessoa que se sentir lesada em seus direitos poderá reclamar ao Ministério público ou através de ocorrência policial.

Mídias Sociais

Facebook Twitter  Youtube 

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo
Acesso à Informação
Pesquisar no LexML
Logotipo do LexML - Rede de informação legislativa e jurídica