Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Governo garante apoio aos Pós-Enchente em Guajará-Mirim

Governo garante apoio aos Pós-Enchente em Guajará-Mirim

por gum publicado 26/04/2014 10h37, última modificação 24/06/2015 13h00
Vereadores do município de Guajará Mirim estiveram nesta quarta-feira, 23, com o secretário chefe da Casa Civil, Marco Antônio Faria, uma série de pedidos em favor das famílias atingidas pela enchente do rio Mamoré.

 

Vereadores do município de Guajará Mirim apresentaram nesta quarta-feira, 23, ao secretário chefe da Casa Civil, Marco Antônio Faria, uma série de pedidos em favor das famílias atingidas pela enchente do rio Mamoré. Eles estavam acompanhados do prefeito Dúlcio Mendes e concordaram que o município não pode enfrentar isoladamente os problemas decorrentes do desastre. Ao final da audiência, receberam a informação de que as demandas serão atendidas, mas que será necessário respeitar as competências, conforme prevê a legislação.

 

Estavam presentes os vereadores Arão Wao Ororam, Roberto Oro Win, Augustinho Figueiredo, Fábio Garcia, Cleb Freitas, Maurício Pinto Dibas, Aldemir Carneiro e Paulo Nébio. Cada um apresentou questionamentos que foram respondidos pelo secretário Marco Antônio Faria e pelo coronel Felipe Chianca, do Corpo de Bombeiros, que representou a Defesa Civil Estadual.

Os vereadores Arão Wao Ororam e Roberto Oro Win apontaram a necessidade de serem atendidas necessidades dos povos indígenas da região, destacando que 70% das áreas ocupadas por estes povos ficaram submersas. Arão Wao explicou que há uma insatisfação generalizada de seu povo com a Funai e que deve acontecer uma grande manifestação nos próximos dias.

 Segundo o vereador Maurício Dibas, o distrito de Surpresa está isolado e sem o devido socorro do poder público.

O secretário Marco Antônio Faria informou aos vereadores que o governador Confúcio Moura está atento às necessidades das famílias atingidas pela enchente e que o estado está respondendo as demandas que surgem. “Vocês não serão abandonados, isto é definitivo. Terão apoio, mas é necessário observar que as providências são adotadas a partir do encaminhamento aos meios competentes”, acrescentou.

Federal

Ele acrescentou que o Governo Federal, desde que foi acionado, pôs à disposição do Estado de Rondônia as três Forças Armadas para auxiliar.

Ao se manifestar em nome da Defesa Civil, o coronel Felipe Chianca disse que a enchente que afetou os municípios de Guajará Mirim, Nova Mamoré e Porto Velho trouxe uma situação inesperada, mas que a Defesa Civil soube responder às necessidades. “Autoridades federais reconhecem que diante do cenário apresentado, a reação tem sido perfeita e a mais qualificada em relação às ocorridas em outras regiões”, acrescentou.

Aos vereadores e prefeito de Guajará Mirim, o coronel Chianca recomendou que as necessidades decorrentes do desastre sejam apresentadas formalmente no documento chamado Plano Detalhado de Resposta – PDR, que é a forma correta de buscar o atendimento.

O prefeito Dúlcio Mendes pediu que o estado ceda servidores das áreas de engenharia e educação, pois o município é carente destes profissionais. Contamos com o governo estadual, pois não será possível passar pelo processo de reconstrução sem apoio”, argumentou.

Fonte: DECOM

 

 

Mídias Sociais

Facebook Twitter  Youtube 

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo
Acesso à Informação
Pesquisar no LexML
Logotipo do LexML - Rede de informação legislativa e jurídica