Câmara aprova requerimento para apurar possíveis irregularidades do prefeito de Guajará-Mirim

por gum publicado 05/06/2019 14h21, última modificação 05/06/2019 14h21
Câmara aprova requerimento para apurar possíveis irregularidades do prefeito de Guajará-Mirim, acusado de realizar serviços em dois veículos no valor de R$ 37 mil, sem o devido procedimento legal.

 

Por unanimidade, os vereadores da Câmara Municipal de Guajará-Mirim (RO) aprovaram nesta segunda-feira (03) o requerimento n. 302/2019, para apurar possíveis irregularidades do prefeito municipal na realização de serviços em dois veículos no valor de R$ 37 mil, sem o devido procedimento legal.

A votação foi realizada com base em requerimento do vereador Isaac Lucas Cândido (DEM) pela abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) contra o chefe do Executivo local. A Comissão ficou composta pelos Vereadores Gilmar Augusto Oro Nao - MDB (Presidente), Kerling Aparecido Moreira – PODEMOS (Relator) e João Vanderlei de Melo – PSDC (Membro), ficando um prazo de 90 dias para conclusão dos trabalhos (Decreto Legislativo nº.1693/CMGM/19).

Segundo o presidente da Câmara, a continuação da sessão ordinária do dia 03 (três) foi suspensa e aberta no dia 05 (cinco) as 10horas, para conclusão dos trabalhos, porém foi encerrada em virtude dos procedimentos (rito) processual de cassação de mandato de prefeito, não atenderem os dispostos previstos no art. 5°, do Decreto-Lei n. 201/1967, bem como do Regimento Interno da Casa (Orientações da PJ e CGL da CMGM).

 

Assessor de Comunicação

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.